O dia em que a hipocrisia perdeu, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Finalmente o barco Temer afundou. Uma hipocrisia monumental como essa não tinha como durar, ainda que protegida pela mídia e pela justiça de Curitiba. Se Temer continua aí como um cadáver ambulante, um walking dead, tanto fez como faz. Seu governo morreu e ele também. O estrago é incalculável e só a história dirá em que abismo os golpistas meteram o povo brasileiro. Aécio suspenso do mandato, irmã dele presa,

Deputados e senadores na mira do povo, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Cresce em todos os recantos do Brasil – ouço isso da Amazônia ao Apodi, passando pelo Pampa Gaúcho – a ideia de marcar severamente todos os deputados e senadores que votaram pelo golpe de 2016 e, principalmente, aqueles que estão votando contra o povo brasileiro. Vamos ilustrar claramente onde votam contra o povo: PEC do fim do mundo que congelou os gastos de saúde e educação por vinte anos; reforma

A humildade socioambiental, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    Foi a natureza que lhe deu a água que bebe O ar que você respira A biodiversidade que lhe sustenta O clima ameno que lhe permite viver Foi o operário que fez o ônibus ou o carro que você anda Foi o agricultor que cultivou o alimento que você come Foi o padeiro que fez o pão de sua mesa Foi uma equipe de engenheiros que imaginou o celular que você usa O avião que você voa A ponte

Discernimentos para o momento atual, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A filosofia nos ensinava que o “bom filósofo sabe distinguir”. Na Teologia o discernimento é um dom do Espírito Santo. Porém, discernir não é apenas um ato racional como quer a filosofia, mas buscar com reta intenção e reto coração o que é justo e bom. Então, vamos a alguns discernimentos para o momento atual brasileiro: Primeiro, todos os grandes partidos – inclusive grande parte dos menores - se utilizaram fartamente do

O poder dos corruptores, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A Odebrecht montou um esquema estruturado de propina. Um delator denunciou que “havia um certo prazer de comprar”. Já não era sequer a velha prática das empresas de comprar agentes públicos conforme seus interesses, mas a satisfação de ver tanta gente “comer na mão”. A prática existe há trinta anos, segundo Emílio. Ele fala rindo, sabendo que tem nas mãos a cabeça de muita gente. Portanto, outros governos também sucumbiram

Denunciar as reformas do governo Temer nas missas, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Estávamos no auge do Regime Militar. A tortura e as mortes aconteciam sem que a sociedade soubesse. Então, num sábado à noite, D. Paulo Evaristo Arns foi celebrar uma missa na Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Jardim Paulistano, São Paulo. Ali, numa roda miúda, nos disse que um jornalista tinha sido assassinado nas dependências do Exército. Era Vladimir Herzog. Então, a Arquidiocese de São Paulo tinha lançado

Dia da água, água de cada dia, por Roberto Malvezzi (Gogó)

    Lembrando 22 de Março, em meio a uma das mais longas estiagens do Semiárido Brasileiro. Gogó.   Dia da água, água de cada dia Roberto Malvezzi (Gogó) Um país que é o mais rico em água doce do mundo Que tem a maior malha hídrica de rios do planeta Que tem chuva em todo território nacional Quem tem seu ciclo das águas potencializado pela floresta Amazônica, Que distribui suas águas pelo Amazonas Voador que vai até Buenos Aires Ou até

Transposição, a hora da verdade, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Há uma certa euforia a respeito da reta final da Transposição de águas do São Francisco para o chamado Nordeste Setentrional. Elio Gaspari, na Folha de São Paulo, disse que a “Transposição de Lula é um sucesso”. É compreensível também a euforia da população receptora. Nós aqui, que somos obrigados a olhar a floresta e não só a árvore, mantemos nosso olhar crítico sobre essa obra. Em primeiro, a água

11º Mandamento, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A Quaresma continua a mesma e, com as Campanhas da Fraternidade, cada vez melhor. É um tempo que rememora os 40 anos do povo de Israel no deserto, ou 40 dias de Jesus no deserto, ou 40 dias que a Igreja delimitou como anteriores à celebração da Páscoa. Os sinais de “conversão”, no sentido de “rasgar os corações e não as vestes”, são o jejum, a oração e a

A volta da miséria, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Quando debatíamos as fragilidades das conquistas sociais dos governos Lula-Dilma, um dos assombros era a possível volta da miséria. As reformas mais estruturais não tinham vindo e sempre achávamos que, com um governo regressista, o volta poderia acontecer. O medo virou realidade antes de qualquer previsão. A estimativa do Banco Mundial é que 3,6 milhões de brasileiros regressem à miséria até o final desse ano. Quem já viu tanta fome, sede,

O pior e o melhor do animal humano, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] A opção que se coloca no mundo não é apenas a permanência da democracia ou o controle fascista da humanidade, mas as conquistas básicas da civilização humana que permitem a convivência entre as pessoas. A superação da “lei do talião”, dente por dente e olho por olho, é uma conquista da civilização humana. Embora com tantas críticas e resistências, a ideia de justiça passou da vingança privada para a esfera

Uma seca de seis anos, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

    [EcoDebate] Nesses quase 40 anos de sertão é a primeira vez que ficou um ano sem cair chuva no telhado de casa. A última chuva foi em Janeiro de 2016. No entorno da cidade, Juazeiro da Bahia, já choveu. O problema básico não é que fica sem chover, mas chover muito menos. Os cientistas estão perplexos, porque a cada ano se fala que teremos chuvas normais, até acima da média, mas

Top