É possível um mundo sustentado por 100% de energia renovável até 2050? artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Se você construiu castelos no ar, não pense que desperdiçou seu trabalho; eles estão onde deveriam estar. Agora construa os alicerces” Duzentos anos do nascimento de Henry Thoreau (1817-1862) [EcoDebate] Existe um sonho na praça que vai acirrar o debate entre os tecnófilos e os tecnofóbicos. O mundo pode ser abastecido 100% pelas energias renováveis até 2050. A lógica para tal revolução energética adviria dos altos custos ambientais da energia fóssil e

RIC (Rússia, Índia e China): o triângulo estratégico que pode mudar a governança mundial, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O termo BRIC (tijolo em inglês) foi inventado, em 2001, pelo economista Jim O' Neill, do banco de investimento Goldman Sachs, com o objetivo de orientar as empresas e os investidores mundiais como ganhar dinheiro com os grandes países “emergentes” do mundo: Brasil, Rússia, Índia, China. Estes quatro países estão entre aqueles da comunidade internacional com maior território ou maior população. O termo fez grande sucesso, especialmente no período

Concentração de CO2 na atmosfera chega a 410 ppm, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Por mim ficaria contente se todos os prados do mundo ficassem em estado selvagem como consequência das iniciativas dos homens para se redimirem” Duzentos anos do nascimento de Henry Thoreau (12/07/1817 - 06/05/1862)     [EcoDebate] Exatamente na semana do Dia da Terra e quando se realizou em todo mundo a Marcha pela Ciência (dia 22/04/2017), o mundo atingiu novo recorde no efeito estufa. A concentração de CO2 na atmosfera chegou a 410

50 anos de feminismo na Argentina, Brasil e Chile, resenha por José Eustáquio Diniz Alves

  “Por que privar as mulheres dos direitos de cidadania, em vez de deixá-las a liberdade de exercê-los pessoalmente?” Marquês de Condorcet, “Sur l’admission des femmes aux droits de Cité”, 1790 "O grau de emancipação das mulheres em uma sociedade é o termômetro geral através do qual se mede à emancipação geral". Charles Fourier, “Théorie des quatre mouvements”, 1808     [EcoDebate] O livro “50 Anos de Feminismo: Argentina, Brasil e Chile”, organizado pelas sociólogas

A estagnação das emissões de CO2 do setor de energia, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A Agência Internacional de Energia (IEA em inglês) divulgou em março os dados que mostram que as emissões globais de dióxido de carbono relacionadas à energia ficaram estáveis pelo terceiro ano consecutivo (2014, 2015 e 2016). Isto aconteceu mesmo com o crescimento da economia internacional, sinalizando um desacoplamento relativo das emissões de CO2 e da atividade econômica. Este fato inédito nas últimas décadas foi possível graças ao crescimento da

Teresina/Piauí: a capital mais católica do Brasil, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Como já repetido, o Brasil está passando por uma transição religiosa, com declínio das filiações católicas e aumento das filiações evangélicas, paralelamente ao aumento do percentual de outras religiões e do percentual de pessoas que se declaram sem religião (incluindo ateus e agnósticos). No conjunto do território nacional, os católicos eram 73,6% em 2000 e passaram para 64,6% em 2010. No mesmo período, os evangélicos passaram de 15,4% para 22,2%.

Rio Branco/Acre: a capital mais adiantada na transição religiosa, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Depois de 500 anos de predominância católica, o Brasil está passando por uma transição religiosa, com declínio das filiações católicas e aumento das filiações evangélicas, além do aumento do percentual de outras religiões e do percentual de pessoas que se declaram sem religião. Esse fenômeno acontece em todo o território nacional, mas com ritmos diferentes nas regiões, nos estados e nos municípios. A Unidade da Federação com menor percentual de

A Terra perde dois terços dos animais selvagens em 50 anos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Cada pôr-do-sol que vejo me inspira o desejo de partir para um oeste tão distante e belo quanto aquele onde o sol sumiu” Henry Thoreau (200 anos de seu nascimento)     [EcoDebate] O Antropoceno (Era da dominação humana sobre o Planeta) tem sido péssimo para a sobrevivência das espécies não humanas e para os ecossistemas. Quanto mais crescem as atividades antrópicas mais diminuem as áreas selvagens e a biodiversidade. O relatório Planeta Vivo

O impressionante crescimento da população humana através da história, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"A terra não nos pertence, nós pertencemos a Terra" Chefe Seattle "Somos a primeira espécie capaz de auto-aniquilação" Elon Musk     [EcoDebate] Um vídeo do Museu de História Natural norte-americano mostra a evolução da população humana, desde o surgimento do Homo Sapiens – há cerca de 200 mil anos – até os dias atuais, contando a expansão da presença humana e as migrações em apenas 5 minutos. Como descrevi no artigo, “Somos todos afrodescendentes”

A liberação do metano ártico pode criar um cenário apocalíptico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] Existem bombas relógios climáticas explodindo ao redor do mundo. O artigo “Methane Hydrate: Killer cause of Earth's greatest mass extinction” (Uwe Branda et. al., 2016) publicado na prestigiosa revista Palaeoworld, em dezembro de 2016 faz um alerta preocupante: “O aquecimento global provocado pela liberação maciça de dióxido de carbono pode ser catastrófico. Mas a liberação do hidrato de metano pode ser apocalíptica”. A pior extinção em massa da Terra foi

A China luta para vencer a batalha pelo mercado de baterias elétricas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] A mudança da matriz energética não é uma brincadeira de jardim de infância. Ao contrário, é uma disputa geoestratégia que envolve muito dinheiro e projetos de hegemonias nacionais. A tabela acima, publicada em artigo do jornal inglês Financial Times, relaciona as principais companhias produtoras de baterias de Íons de Lítio. A China, o Japão, a Coreia do Sul e os Estados Unidos travam uma batalha pela liderança da produção das

Brasil versus Chile, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O Chile é dono de uma das geografias mais extremas do continente americano, abrigando uma sequência de paisagens que vai da gelada e isolada Patagônia ao norte árido do país, onde se destaca o deserto do Atacama. O país possui mais de 2 mil vulcões, dos quais 80% deles, aproximadamente, contam com registros eruptivos nos últimos 450 anos. Sendo um dos países mais sísmicos do mundo, o Chile conta

Top